Ingredientes:

• 60 g de amêndoas trituradas;
• 10 g de sementes de girassol;
• 85 g de brócolos congelados;
• 20 g de cenoura ralada;
• 15 g de sementes de linhaça;
• 10 g de sementes de chia;
• Uma colher de sobremesa de azeite virgem;
• Sal marinho (pitada);
• Orégãos;
• Pimenta preta + curcuma;
• Alho em pó.

Preparação:

1. Pré-aquece o forno a 200ºC. Num processador de alimentos tritura as amêndoas, os brócolos congelados e a cenoura. Depois junta as sementes de girassol, as sementes de linhaça, o alho em pó, o sal e a pimenta + curcuma, os orégãos e as sementes de chia (previamente hidratadas durante uns minutos). Tritura um pouco mais, para uma mistura homogénea.
2. Numa tigela coloca a mistura e o azeite, envolvendo com as mãos até que fique uma massa mais consistente. Estende a massa num tabuleiro forrado com papel vegetal e coloca no forno entre 20 a 25 minutos ou até ficarem crocantes e douradas.
3. Depois de frias guardar numa caixa de lata.

Fonte: Sketchbook Six (adaptada)

Massa:

400g de farinha de espelta
1 c.(chá) sal
1 c.(sopa) ervas de provence (opcional)
6 c.(sopa) azeite
Água q.b. (até conseguir moldar uma massa lisa e uniforme, nem muito dura, nem muito mole e pegajosa)

Coloquei a farinha numa tigela e misturei o sal e as ervas.
Abri uma cova no meio onde deitei o azeite e um pouco de água. Comecei a amassar e fui adicionando água aos poucos até conseguir formar uma bola de massa lisa e uniforme. Enrolei em plástico filme e reservei.

Recheio:

1 Cebola pequena picada
3 Dentes de Alho picados
Azeite
1 Folha de Louro
1 c.(chá) de Pasta de Pimentão Vermelho (opcional)
2 c.(sopa) Shoyu
1 Cháv. Lentilhas Vermelhas (bem lavadas de baixo de água corrente, estiveram de molho só enquanto preparava o resto dos ingredientes)
4 folhas de Couve Lombarda (cortei o centro da folha, a parte mais rija, para cozinhar mais rápido)
1 Cenoura grande ralada
1/2 Cháv. Milho congelado
Pimenta Preta
Temperos a gosto (usei cravinho e noz moscada em pó)
Salsa Picada
Sementes de Sésamo (opcional)

Numa frigideira grande refoguei ligeiramente a cebola, o alho, o louro e a pasta de pimentão no azeite.
Adicionei a couve cortada em juliana fininha e água até cobrir. Temperei com shoyu, pimenta preta, uma pitadinha de cravinho e de noz moscada e deixei cozer uns 5 minutos.
De seguida adicionei o milho e as lentilhas e mais água de modo a que tudo ficasse coberto e deixei lentilhas cozerem. (No final deve ficar o mais seco possível pelo que não convém exagerar na água)

Quando lentilhas já estavam mais moles, corrigi o sal, adicionei a cenoura ralada e a salsa. Mexi mais 2 ou 3 minutos e apaguei o lume. Deixei arrefecer um pouco.

Entretanto, pincelei as formas com azeite, cortei círculos maiores de modo a forrar as paredes e o fundo, e círculos mais pequenos para servir de tampa. Pincelei a tampa com uma mistura de azeite e shoyu a salpiquei com sementes de sésamo.

(Receita no Blog Aprendiz Vegana)

1. Escolher um pão, de preferência, sem glúten ou de boa qualidade.
2. Escolher uma pasta ou patê para barrar o pão. É indispensável para que a sande não fique seca indo aumentar o sabor no produto final.
Sugestões de pasta/patê: hummus, tahine (pasta de sésamo) tapenade, guacamole, patê de tofu, creme de feijão branco com alho e alecrim, mutaball (patê de beringela palestino).
3. O ingrediente principal do recheio deve ser em quantidades superiores aos restantes ingredientes. Exemplo tofu, legumes grelhados ou assados (beringela, curgete, pimento vermelho), leguminosas temperadas e amassadas, búrguer vegetal, cogumelos salteados.
4. Guarnição: tomate, alface, rúcula, alfafa, tomate seco

Exemplos:
Pão + Tapenade + tofu mexido + tomate cereja
Pão + Hummus + tomate + pepino + azeitonas pretas
Pão + Guacamole + beringela, curgete e pimento vermelho grelhados + tomate + alfafa
Pão + Tofu mexido + cebola caramelizada + tomate + rúcula + alfafa
Pão + Hummus + tofu mexido + tomate cereja
Pão + Patê de tomate seco com amêndoas e sementes de girassol + tomate cereja + rúcula

HUMMUS

Ingredientes:
• 400 g de grãos-de-bico cozidos (com um pouco de caldo)
• 3 colheres de sopa de tahine (pasta de sésamo)
• 2 dentes de alho
• Suco de meio limão
• 60 ml de azeite
• 1 galho de salsa (ou coentros)
• Pimenta preta em pó
• Cominho em pó
• Sal

Preparação:
Basta misturar os ingredientes, reservando alguns grãos-de-bico e algumas folhas de salsa para a decoração, e triturá-los da forma que desejar. O comum hoje em dia é usar uma máquina processadora ou no liquidificador.

TAPENADE (PATÊ DE AZEITONAS)
Ingredientes:

• 250 g azeitonas pretas sem caroço
• 250 gr azeitonas verdes sem caroço
• 2-3 dentes alho picados
• 2-3 colh (sopa) azeite virgem
• 2-3 colh (sopa) de salsa picada
• 1 colh (sopa) alecrim fresco picadinho
• 1 colh (sopa) cebolinha picada
• 1 colh (sopa) mostarda, tipo dijon
• Pimenta preta a gosto

Preparação:

Basta misturar os ingredientes e tritura-los até fazer uma pasta num liquidificador.

GUACAMOLE
• 1 abacate maduro
• 2 colheres de sopa de cebola picada o mais finamente possível
• 2-3 colheres de sopa de sumo de limão
• Sal e pimenta a gosto
Misturar todos os ingredientes até obter uma pasta cremosa.

PATÊ DE BERINGELA

Ingredientes:
• 3 beringelas grandes
• 3 colheres (sopa) de vinagre
• 1/4 de chávena (chá) de azeite
• 1 cebola picada
• 3 dentes de alho picados
• 1/2 chávena (chá) de azeitonas picadas
• Sal e pimenta a gosto

Preparação:
Descasque e corte as beringelas em cubos. Coloque de molho na água com o vinagre durante 3 minutos. Escorra e esprema bem.

Numa frigideira grande, aqueça 3 colheres de azeite, aloure a cebola e o alho. Ponha a beringela e refogue durante 2 minutos.

No liquidificador, bata o refogado de beringela, o restante do azeite, a azeitona, o sal e a pimenta.

TOFU MEXIDO

Ingredientes:
250g de tofu
1 colher de chá de açafrão + uma pitada de pimenta preta
1 cenoura ralada (pode ser abóbora)
Sumo de gengibre q.b.
Sal marinho a gosto
Azeite
Rosmaninho ou manjericão

Preparação:

Começar por desfazer o tofu com as mãos e ralar a cenoura/abóbora. De seguida, deitar o azeite numa frigideira colocar o tofu temperado com o sal, açafrão, pimenta preta, a cenoura/abóbora ralada e deixar cozinhar.
No final colocar o sumo de gengibre e o manjericão.

Bom apetite!🤗😋😋

SALADAS em FRASCO ou em POTE, uma excelente alternativa para as férias. Podem preparar-se de véspera e guardar no frio! Estas saladas são preparadas em camadas!

A Primeira camada
O molho, é sempre o primeiro ingrediente da primeira camada, da nossa salada de pote.
Podem ver aqui o processo completo da salada de pote.
Molho:
Fiz 2 molhos maravilhosos, muito versáteis e que servem também para massas, arroz, legumes salteados, etc…

Molho 1:
Uma chávena almoçadeira de azeite
Um molho inteiro de manjericão
Sal, pimenta preta, curcuma q.b.

Molho 2:
Uma chávena almoçadeira de azeite1 chávena de café de vinagre de sidra
2 colheres de sopa de levedura nutricional, ou levedura de cerveja. Sal, pimenta preta, curcuma q.b.
* Esta quantidade de molho dá para várias saladas. Como podem ser guardados no frigorífico dentro de um frasco, podem ser feitos em maior quantidade, já que vão gostar tanto deles e como são tão versáteis, vão querer utilizar noutros pratos.

A Segunda camada:
Vamos colocar tudo aquilo que não vai “cozer” se estiver em contacto com o molho. Podem ser as leguminosas, como grão cozido, feijão azuki, vermelho, frade, etc, pode ser tofu, trigo sarraceno cozido, aveia cozinhada, etc…

Terceira Camada:
Colocamos os vegetais mais grossos, tipo couves, cenoura, beterraba, milho, tomate, pimento, massa. Acondicionamos bem.

Quarta Camada:
Colocamos agora as folhas mais tenras, como as alfaces, rúcula, espinafres, nabiças, agrião, etc..

Quinta Camada:
Adicionamos as sementes, as bagas e as oleaginosas (como goji, chia, sésamo, abóbora, avelã, nozes, amêndoas, etc…)E por fim, podemos enriquecer ainda mais a nossa salada de pote, com uns germinados de brócolo, beterraba, ervilha e girassol.

Fechamos bem o frasco e colocamos no frigorífico até à hora de servir.
As saladas de pote podem ser feitas para vários dias e conservam-se muito bem no frigorífico até à hora de servir.
Como se abre e consome a salada de pote?
O que a faz durar tanto tempo?
O pote será aberto só quando formos consumir a salada, nessa altura viramos o pote ao contrário, e o molho vai escorrer pela salada toda, ficando todos os ingredientes envolvidos pelo delicioso sabor do molho.
Deitamos num prato ou comemos diretamente do pote. Já se vendem potes muito engraçados para as nossas saladas.
A salada dura todo esse tempo no frigorífico, porque está hermeticamente fechada e os ingredientes que estão em contacto com o molho não entram em oxidação, daí ficarem sempre frescas e prontas a consumir como se tivessem sido acabadas de fazer.
é TOP!!

(receitas da amiga Isaura Faria)

Contactos

964 746 943
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.