Para quem tem dificuldade em ingerir água, pode optar pela alternativa de uma água frutada. Convém usar o limão para evitar que a fruta oxide.

Exemplos:

- Água ionizada e alcalina com chia, limão cortado aos cubos, morangos, folhas de hortelã, pau de canela e gengibre cortado às rodelas;


- Água ionizada e alcalina com chia, limão e maçãs cortados aos cubos, alecrim, pau de canela e gengibre cortado às rodelas.


Pode melhorar com uma gota de óleo essencial de menta!


Agora é pôr mãos à obra e criar novas combinações... kiss

Quando compro alimentos bio gosto de utilizar o alimento como um todo, de forma integral aproveitando todos os nutrientes.
Assim, utilizo uma escova para vegetais para tirar todos os resíduos e fica pronto a cozinhar ou a comer, como é o caso da abóbora da foto, em que a parte melhor é a casca!

Vamos experimentar? O planeta agradece!

Durante as consultas de nutrição é frequente alguns pacientes exprimirem dificuldade em confecionar alguns alimentos, entre eles o TOFU.

O tofu natural tem sabor neutro e necessita de ser bem temperado, através de uma marinada, de preferência pelo menos um par de horas.

O tofu não utilizado conserva-se dentro de água no frigorífico, durante aproximadamente 5 dias, mas temos de mudar a água diariamente!

Podemos cortá-lo em tiras ou aos cubos, dependendo do prato que pretendemos confecionar.

Aqui ficam algumas sugestões de marinadas:

- azeite, sumo de limão, molho de soja, açafrão das índias e pimenta preta;
- azeite, sumo de gengibre, molho de soja, açafrão das índias e pimenta preta;
- azeite, sumo de laranja, molho de soja, açafrão das índias e pimenta de cayena;
+
- alho, sal marinho, orégãos, alecrim, manjericão, tomilho, funcho, coentros, sementes de mostarda..., enfim depende do gosto e da imaginação de cada um!

Depois pode ser cozinhado das mais variadas formas, grelhado, salteado, no forno...

Quando compramos um Tofu fumado ou já com outros ingredientes (algas, azeitonas, ...) a marinada é dispensável.

O Tempeh é um alimento popular e típico da Indonésia.
Tal como o tofu, o tempeh é outro produto feito a partir do feijão de soja.
Na produção do tempeh os feijões de soja são descascados, demolhados e cozidos. Em seguida, são arrefecidos e inoculados com um bolor (Rhizopus), que faz fermentar o preparado. Da fermentação dos feijões de soja resulta a pasta chamada tempeh.
Os feijões de soja ficam aglutinados entre si sob a forma de barras rectangulares compactas com cerca de 1,5 cm de espessura, num processo parecido com o da produção do queijo. Depois, permanecem cerca de 24h numa incubadora. No final deste processo, o tempeh está pronto a consumir.
O tempeh é ainda mais rico do que o tofu, pois por este processo não se perde nenhum nutriente do feijão de soja. Pode constituir uma fonte essencial de proteínas nas dietas sem produtos de origem animal, pois contém 19,5% de proteínas, ou seja, mais 50% do que os hambúrgueres normais. Não tem gorduras saturadas, é inteiramente livre de colesterol e contém apenas 157 calorias por cada 100 gramas.
O tempeh apresenta um sabor peculiar, lembrando o sabor de aves ou peixe, e uma textura elástica. Utiliza-se como substituto da carne em receitas tradicionais e pode ser grelhado, frito ou estufado com vegetais.

Composição nutricional do tempeh por 100 g de porção comestível:

Água: 60%
Energia: 157 Cal.
Proteínas: 19.5 g
Gordura: 7,5 g
Hidratos de Carbono (Total): 11,3 g
Fibras: 1,4 g
Cálcio: 142 mg.
Fósforo: 240 mg.
Ferro: 5.0 mg.
Vitamina A: 80 I.U.
Vitamina B1: 0,23 mg.
Vitamina B2: 0,20 mg.
Niacina: 0,8 mg.

(Centro Vegetariano)

Recomendo a utilização do tempeh do Sal's tempeh, é congelado, sem conservantes e super saboroso.

Contactos

964 746 943
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.