Paracelso (1493-1541)

A Teoria das Assinaturas baseava-se no antigo provérbio "similia similibus curantur", ou seja, "o semelhante cura o semelhante". O médico e alquimista suíço conhecido como Paracelso (Philippus Aureolus Theophrastus Bombastus von Hohenheim, 1493-1541) acreditava que tudo o que é criado pela natureza reproduz a imagem da virtude a que lhe é atribuída.

Assim, essa teoria associa o uso medicinal e nutritivo de uma planta ao seu formato e cor. Um exemplo vivo disso é a romã. Seu suco vermelho era comparado ao do sangue humano e, por isso, usado como depurativo. Suas sementes, com formato de pequenos dentes e dispostas como tal na polpa do fruto, eram utilizadas para tratar de dores de dente.

Antes das descobertas científicas dos séculos XVIII e XIX, quando ainda não se dispunha de técnicas para estudar as plantas com maior profundidade, a Teoria das Assinaturas foi de grande valia para ajudar os homens a encontrar a cura para seus males no meio natural. Hoje, ela representa uma forma de conservar e resgatar o conhecimento das comunidades de tradição oral, auxiliando no reconhecimento das plantas cujas propriedades medicinais foram colocadas em evidência anteriormente.

Com esta teoria acreditava-se que a forma, a cor, o sabor e o odor das plantas estavam relacionados com as suas propriedades terapêuticas, podendo dar indícios de seu uso clínico.

Alguns exemplos:

Sumo da romã – sangue
Folha de alcachofra – fígado
Erva das sete sangrias – vasos sanguíneos

Cenoura -  tem uma semelhança notória com a íris do olho. As cenouras são ricas em vitaminas e antioxidantes como o betacaroteno. Este reduz o risco do desenvolvimento de cataratas, protege contra a degeneração macular e fortalece a irrigação sanguínea necessária para o normal funcionamento desta região.

Tomate - para além da sua cor,  tem camaras no seu interior assemelhando-se em muito com o coração. É rico num antioxidante o licopeno que reduz o risco de doenças cardiovasculares.(4) Este se for consumido com uma gordura saudável aumenta a sua capacidade de absorção (por isso é que é tão comum juntar ao azeite cru ao tomate).

Batata doce - tem um forma idêntica ao pâncreas. É rica num antioxidante o betacaroteno que ajuda a proteger todos os tecidos do corpo, especialmente o do pâncreas,prevenindo a sua degeneração. O pâncreas tem um papel fundamental na digestão, pois produz enzimas que ajudam nesse processo. 

Os Feijões têm o formato idêntico aos rins e de facto estes ajudam a manter uma boa função renal e a regular a pressão arterial. 

O Aipo é extremamente parecido com os ossos do corpo humano. Ambos são compostos por 23% de sódio. O Aipo é também composto por um mineral silício que faz parte da estrutura molecular dos ossos. Este fortalece e dá resistência.

A forma do Abacate assemelha-se à forma do útero e na realidade ajuda na sua saúde reprodutiva. O abacate é uma boa fonte de ácido fólico. Um dado curioso é que um abacate demora exactamente 9 meses a formar-se (desenvolvimento, crescimento e maturação).

Ao confecionar um sumo na slow juicer devemos ter em conta o aproveitamento da fibra resultante dessa operação. Assim, a regra é usar toda a fruta e retirar a fibra e posteriormente usar todos os vegetais, ervas aromáticas… isto porque os aproveitamentos vão ser diferentes. Enquanto a fibra da fruta poderemos usar, por exemplo, para bolachas, bolos, já a fibra dos vegetais poderá ser usada para adicionar aos cereais (arroz, quinoa) ou confecionar hambúrgueres...

Os hambúrgueres da foto foram confecionados com a fibra que resultou do sumo feito na slow juicer, com os seguintes vegetais: brócolo, couve portuguesa, aipo, coentros, hortelã e abóbora hokkaido.
A esta fibra foi adicionado flocos de aveia (ingrediente ligante) e os seguintes temperos: orégãos, alecrim, sal marinho e fio de azeite.
Outra hipótese de ingrediente ligante seria utilizar a batata-doce em vez dos flocos de aveia.

Um outro aproveitamento dessa fibra poderá ser também para compostagem, as plantas agradecem!

Experimente o Planeta agradece!

Sugestão, consultar:

https://www.centrovegetariano.org/receitas/Cat-139-Receitas-com-Okara.html

http://universoalimentos.blogspot.pt/search/label/residuos

Para quem tem dificuldade em ingerir água, pode optar pela alternativa de uma água frutada. Convém usar o limão para evitar que a fruta oxide.

Exemplos:

- Água ionizada e alcalina com chia, limão cortado aos cubos, morangos, folhas de hortelã, pau de canela e gengibre cortado às rodelas;


- Água ionizada e alcalina com chia, limão e maçãs cortados aos cubos, alecrim, pau de canela e gengibre cortado às rodelas.


Pode melhorar com uma gota de óleo essencial de menta!


Agora é pôr mãos à obra e criar novas combinações... kiss

Quando compro alimentos bio gosto de utilizar o alimento como um todo, de forma integral aproveitando todos os nutrientes.
Assim, utilizo uma escova para vegetais para tirar todos os resíduos e fica pronto a cozinhar ou a comer, como é o caso da abóbora da foto, em que a parte melhor é a casca!

Vamos experimentar? O planeta agradece!

Pág. 3 de 6

Contactos

964 746 943
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.